Buscar
  • Ricardo Welbert

Analista dá dicas para pequenos negócios venderem mais no Natal


Orientações ajudam comerciantes a vender mais no Natal (Foto: EBC)

O Natal e o Ano-Novo são considerados os melhores períodos para vendas no varejo. Não por acaso, a data movimenta diversos segmentos: desde o vestuário até aos eletrônicos e cosméticos. Dados divulgados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) em parceria com a OfferWise Pesquisas apontam que as vendas no Natal em 2021 devem movimentar R$ 68,4 bilhões.


Mas, em meio a um cenário econômico desafiador, como atrair mais clientes e potencializar as vendas? A analista Marina Moura, do Sebrae Minas, separou três dicas para os pequenos negócios alavancarem as vendas neste Natal, que promete ser de reencontro. A primeira dica é planejamento.


Observe resultados anteriores


“Faça uma análise das vendas dos anos anteriores. Mas, se for o primeiro Natal do negócio, pesquise sobre as vendas do seu setor. Assim é possível definir melhor o mix de produtos e estabelecer metas de venda. Também é importante organizar o estoque e avaliar a necessidade de aumentar a equipe. Afinal, o cliente quer cada vez mais qualidade e agilidade no atendimento”.


O momento, segundo ela, também é uma oportunidade para reativar o contato com antigos clientes. “Converse, interaja com eles, apresente seu catálogo de Natal. Uma boa ideia pode ser mandar um cupom promocional só para os clientes antigos, pelo WhatsApp. É prático e você não gasta nada com isso”, destaca.


Garanta boa experiência


A segunda dica da analista é garantir uma boa experiência para o consumidor. Para Marina, nesse momento é necessário pensar em todos os pontos de contato do cliente com a loja e observar em que é possível melhorar. Lojas organizadas, equipe treinada, atendimento rápido e gentil, além dos cuidados para evitar a propagação da covid-19.


“Outro ponto importante são as políticas de troca. O Natal é época de presentear e as trocas são uma excelente oportunidade para trazer o cliente novamente para dentro da loja ou trazer um novo cliente - aquele que ganhou o presente. Por isso estabeleça políticas claras de troca e que facilitem a vida do consumidor".

A digitalização é mais um ponto de atenção para o varejo. As pessoas estão cada vez mais conectadas e o empreendedor precisa garantir a organização do atendimento nos canais de vendas online e redes sociais.


Ações e opções de pagamento


A terceira dica é apostar em ações promocionais e em meios de pagamento diversificados. De acordo com a analista, com a pandemia, o consumidor perdeu cerca de 20% do poder de compra. Isso faz com que se torne mais seletivo e busque o máximo de benefícios possível. Incentivar a compra e facilitar o pagamento se tornam estratégias ainda mais essenciais nesse contexto.


“Para as ações promocionais, existe uma variedade de possibilidades: combos, cupons de desconto, descontos progressivos, cashback, sorteios e muito mais. Os meios de pagamento também não ficam atrás: Pix, cartão de crédito, contas digitais e QR code. Tudo para garantir mais comodidade e tranquilidade ao seu cliente”.

Para obter mais dicas como essa, acesse a edição "Vendas de Natal" no canal do Sebrae Minas no Youtube e conheça outras estratégias para aumentar as vendas no final do ano.



5 visualizações0 comentário