Buscar
  • Ricardo Welbert

Após mais de 2 meses, paredões no Lago de Furnas seguem interditados



Mais de dois meses após a queda de parte de um paredão de pedra, que atingiu três lanchas e matou 10 pessoas, o trecho do Lago de Furnas onde o acidente ocorreu continua interditado. Segundo a Secretaria de Turismo de Capitólio, ainda está sendo elaborado um plano de segurança que é necessário para que o local seja liberado para os turistas.


Participe do grupo de notícias da MAIS! no WhatsApp



19 visualizações0 comentário