Buscar
  • Jornalismo MAIS!

Arrecadação de ICMS em Nova Serrana cresce 56%

Nos meses de janeiro a setembro de 2021, Nova Serrana arrecadou com o Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS) o valor total de R$ 58.666.161,40. Este montante se refere a todas as atividades econômicas existentes no município.


O valor apurado no mês período no ano passado foi de R$ 37.426.797,43, diferença de 56,75%; e no ano anterior (2019), o resultado foi de R$ 46.150.541.49, variação de 27,12%, segundo dados apontados pela Administração Fazendária.




Maior arrecadação


No mês de agosto foram arrecadados R$ 11.511.658,95 do imposto na cidade, um salto de mais de 61% em relação a julho. Este incremento na receita se deve aos recolhimentos com notificações do Programa de Regularização Fiscal – REFIS que somaram a quantia de R$ 4.197.429,26, variação de R$ 3.753.672,11 se comparado a agosto de 2020.


Em setembro, também houve recolhimento do REFIS, porém em número menor confrontado ao mês anterior, resultando no valor de R$ 585.134,13. Neste, a variação em relação a setembro de 2020 foi de R$ 118.622,19. Para o presidente do Sindinova, Ronaldo Lacerda, o crescimento nas arrecadações mostra a competitividade das indústrias de Nova Serrana.


“Tivemos no mês de agosto um valor bem alto e ele foi puxado pelas notificações de dívida ativa do programa Regularize, do governo estadual. A gente pode ver que a arrecadação do ICMS normal continua aumentando bem. Se pegarmos setembro com julho, por exemplo, que foi um mês que não teve este ICMS de dívida ativa, nós saímos de 7 para 9 milhões em setembro. Os níveis econômicos do município estão bem maiores que 2019. O crescimento está sendo bem evidente. Isso não é o que vem acontecendo em outras cidades. Isso acontece em localidades que têm indústrias competitivas”, ressalta Lacerda.







6 visualizações0 comentário