Buscar
  • Ricardo Welbert

Autuações por embriaguez ao volante em 2022 já superam total do ano passado, diz PRF

Infração é gravíssima, com multa de R$ 2.934,70 e suspensão do direito de dirigir por 12 meses


Etilômetro, equipamento popularmente chamado de bafômetro (Foto: Tânia Rego/Agência Brasil)

O número de autuações por embriaguez nos primeiros seis meses de 2022 já é superior ao registrado em todo o ano passado em Minas Gerais. De janeiro a junho, foram 1.898 multas emitidas em rodovias que cortam o Estado, resultando em 105 prisões. Já em 2021, 1.807 motoristas foram penalizados pela soma de álcool e volante.


1️⃣ Participe do grupo de notícias 1 da MAIS! no WhatsApp


Dados da Polícia Rodoviária Federal indicam que 230 condutores foram presos no ano passado. Dirigir sob influência de álcool é considerado pela corporação uma das maiores causas de acidentes de trânsito com vítimas gravemente feridas. A infração é gravíssima, com multa de R$ 2.934,70, além da suspensão do direito de dirigir por 12 meses.


Em 2022, ainda nas estradas federais que cortam o Estado, 49.110 testes com etilômetro foram realizados pela PRF em Minas. No ano passado, foram apenas 11.690.


🤳 Siga a MAIS! no Instagram

🤳 Curta a MAIS! no Facebook


Os dados indicam não só o aumento da fiscalização após medidas de restrições mais intensas causadas pela pandemia, mas também o crescimento de um comportamento criminoso: dirigir sob o efeito de álcool e drogas.


Segundo especialistas em trânsito, uma redução na fiscalização em 2021 teria passado para a população um “relaxamento” no rigor da lei. A situação, no entanto, foi circunstancial por causa da pandemia.


2️⃣ Participe do grupo de notícias 2 da MAIS! no WhatsApp


Houve a suspensão das medidas de restrição em 2022, favorecendo novos eventos e aglomerações, onde algumas pessoas, pensando que o lazer é maior que a segurança dela e das demais, bebem e depois dirigem.

22 visualizações0 comentário