Buscar
  • Ricardo Welbert

Bombeiros lançam campanha de prevenção a afogamentos

Atualizado: 14 de Dez de 2021



Militar durante explicação sobre resgate (Foto: BBM/Divulgação)

O Corpo de Bombeiros lança neste sábado (11) uma campanha de conscientização e prevenção a afogamentos. O material de divulgação reúne dicas de cuidados a serem tomados nos momentos de lazer com amigos e familiares. O documento afirma que afogamento não é acidente. Não acontece por acaso e tem prevenção.


Participe do grupo de notícias da MAIS! no WhatsApp


“Com a aproximação do verão com altas temperaturas e também do período de férias, muitas pessoas procuram se divertir com banhos em piscinas, rios, cachoeiras, balneários etc. Com isso, cuidados devem ser redobrados para que os momentos de lazer não se transformem em tragédia”.

Dicas


Em entrevista à MAIS!, o sargento Luciano Silveira dos Santos, do 10º Batalhão, em Divinópolis, fala mais sobre a campanha e conta dicas que considera mais importantes,


  • Evite nadar sozinho.

  • Dois brasileiros morrem afogados todos os dias em nosso país por uso de álcool, pois superestimam sua capacidade, seus sentidos ficam comprometidos e se expõem a riscos desnecessários.

  • Não nade depois de comer muito, pois uma indigestão pode lhe causar problemas.

  • Em festas e eventos onde há piscinas, faça a segurança de seus filhos. Afogamento é a segunda causa de mortes na faixa de 1 a 9 anos de idade. Seja o “Pai da Vez” (ou seja, nunca deixem as crianças sozinhas).

  • Se presenciar alguém se afogando, evite a ação corpo a corpo. Prefira sempre usar um galho de árvore, uma corda, uma boia ou algo que flutue e lance para a vítima - ou seja: não entre na água se não souber nadar. Peça por socorro.

  • Ao entrar na água, nunca salte de locais elevados. Não dê saltos mortais. Não pule de cabeça, pois poderá sofrer lesões graves na coluna e no crânio, além de evitar brincadeiras de mau gosto, como trotes e caldos.

  • Só conduza embarcações se for habilitado para tal. Não exceda a capacidade quando estiver navegando e sempre use os coletes salva-vidas.

  • Não nade em áreas proibidas com avisos de perigo. Não entre em águas poluídas e respeite todas as placas e faixas de advertência.

  • Sempre obedeça às orientações dos bombeiros e/ou dos salva-vidas.


Uma das dicas é de sempre obedecer às orientações (Foto: BBM/Divulgação)

15 visualizações0 comentário