Buscar
  • Ricardo Welbert

Cidades do Centro-Oeste acumulam estragos após temporal com chuvas e ventos fortes

Nova Serrana, Lagoa da Prata e Perdigão contabilizam danos; Climatempo explica fenômeno


Escombros de parede derrubada por ventania atingiram carro em Nova Serrana (Foto: Reprodução de mídias sociais)

Cidades do Centro-Oeste mineiro ainda contabilizam estragos causados pelo temporal que atingiu a região na tarde de segunda-feira (16). Equipes do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil e da Cemig tiveram bastante trabalho em municípios como Nova Serrana, Divinópolis, Lagoa da Prata e Perdigão.


Nova Serrana


Queda de árvore em Nova Serrana deixou trânsito em meia pista (Foto: PMNS/Divulgação)

Em Nova Serrana o temporal causou estragos como quedas de paredes, de de telhados e tampas de caixas d'água. A Defesa Civil de Nova Serrana divulgou nesta terça (17) um balanço das ocorrências atendidas na véspera (16) após recebimentos de chamadas feitas ao telefone 199 para atendimentos a situações decorrentes do temporal que atingiu o município durante a tarde, com ventos e chuvas que duraram até à noite.


Escombros em imóvel em Nova Serrana (Foto: Defesa Civil/Divulgação)

O Corpo de Bombeiros também foi acionado para quedas de árvores e também danos na fiação elétrica. Na avenida Maranhão, no bairro Sandra Regina, uma equipe da Cemig removeu uma pequena parede construída à beira da laje de um imóvel, que desabou com a força do vento e ficou pendurada na fiação (vídeos abaixo).





Divinópolis


Em Divinópolis houve registro de chuva de granizo em alguns pontos das cidades. Porém, houve relato de feridos. O Corpo de Bombeiros informou que, por volta das 18h da segunda, estava mobilizado para atender a 24 chamadas relacionadas a queda de árvores sobre casas e veículos.


Árvores caíram no bairro Danilo Passos e em vários outros pontos de Divinópolis (Foto: Reprodução da internet)

Só no bairro Danilo Passos quase dez árvores foram parar no chão por conta da ventania. Na região sudeste as trovoadas assustaram os moradores dos bairros Realengo e Belvedere. Na cidade também choveu granizo em algumas regiões, como no bairro Santa Clara.


Em Divinópolis equipes foram às ruas para cortar e remover árvores que caíram (Foto: PMD/Divulgação)

Lagoa da Prata


Quedas de árvores causaram danos em Lagoa da Prata (Foto: Defesa Civil/Divulgação)

Em Lagoa da Prata, além do granizo que assustou os moradores, também houve queda de árvore sobre uma casa. Segundo a Defesa Civil, houve apenas um chamado de emergência, mas sem feridos.


Chuva de granizo em Lagoa da Prata (Foto: Reprodução de mídias sociais)

Perdigão


Em Perdigão, a chuva também causou queda de árvore na estrada que liga o munícipio a Nova Serrana. O trecho precisou ser interditado para a remoção.


Rede elétrica


A Cemig afirmou que a previsão é de que a maior parte dos clientes afetados com falta de energia causada pela temporal tenha o serviço normalizado em menos de 24 horas.


Fenômeno climático


De acordo com o Climatempo, o temporal trouxe consigo uma queda brusca nas temperaturas para os próximos dias. Isso porque a chuva forte se deve a uma frente fria que passou pela região Oeste de Minas.


"O granizo se deve à descida do ar quente sobre uma rampa de ar frio. São chuvas isoladas, que acontecem nesta época e no mês de setembro".

Essa massa polar vai causar um declínio acentuado nas temperaturas, principalmente nas madrugadas. As temperaturas mínimas vão ficar entre 7ºC a 8ºC, com temperaturas ainda mais geladas a partir de quarta-feira (18).


Com informações do "G1"

57 visualizações0 comentário