Buscar
  • Ricardo Welbert

Explosões em fábrica de fogos de artifício matam duas pessoas em Santo Antônio do Monte

Corpos de adolescente e homem foram achados; três mulheres foram socorridas em choque



Duas pessoas morreram nas explosões decorrentes de um incêndio em uma fábrica de fogos de artifício que pegou fogo no começo da tarde desta sexta-feira (10) em Santo Antônio do Monte. Os materiais estavam em um galpão que era usado para estocar foguetes. A estrutura fica na zona rural, à margem da MG-164, no sentido a Lagoa da Prata.


Visão interna do galpão permite ter noção da violência da explosão (Foto: CBM/Divulgação)

Quando socorristas do Samu chegaram ao local, foram informados de que duas vítimas estavam desaparecidas. Os corpos delas foram localizados pouco tempo depois em meio aos destroços do galpão. Os mortos são um adolescente de 14 anos e um homem cuja idade ainda não foi identificada.


Combate às chamas


Depois da localização dos corpos e da confirmação de que não havia mais ninguém desaparecido dentro do galpão, bombeiros focaram o trabalho no combate às chamas que consumiam o galpão, que tem cerca de 600 metros quadrados de área construída. As chamas atingiram também a vegetação à volta, provocando vários pontos de incêndios florestais.


1️⃣ Participe do grupo de notícias 1 da MAIS! no WhatsApp


Os militares trabalharam no resfriamento de dois contêineres próximos ao imóvel afetado e que serviam de depósito para artefatos explosivos e matéria-prima para fabricação dos fogos. A área interna do galpão atingido também foi resfriada para evitar o surgimento de focos de incêndio.


Telhado e paredes do galpão foram arremessados (Foto: CBM/Divulgação)

Suporte


Uma equipe do Corpo de Bombeiros de Divinópolis foi enviada a Santo Antônio do Monte para prestar apoio. A equipe atendeu três pessoas que trabalhavam em uma indústria próxima daquela aonde ocorreu a explosão e que estavam em estado de choque.


2️⃣ Participe do grupo de notícias 2 da MAIS! no WhatsApp

Foram elas: uma jovem de 21 anos, uma mulher de 26 e outra, de 29 anos. Após serem atendidas na ambulância, elas foram foram liberadas ainda no local.


Bombeiros combatem focos de incêndios florestais (Foto: CBM/Divulgação)

As equipes do Corpo de Bombeiros permanecem no local ao longo de toda a tarde para inspecionar a estrutura do galpão e para colher evidências e informações sobre a empresa Fogos São Pedro que possam ser úteis para descobrir o que pode ter causado o incêndio.


As polícias Militar e Civil e ainda o Exército Brasileiro foram chamados ao local para as providências cabíveis.


Bombeiros combatem focos de incêndios florestais (Foto: CBM/Divulgação)

Galpão ficou destruído (Foto: CBM/Divulgação)

0 visualização0 comentário