top of page
Buscar
  • Foto do escritorRicardo Welbert

Motorista do carro onde estava Glauciara Ribeiro causou acidente, conclui investigação

Segundo relatório, batida não teria ocorrido se ele tivesse respeitado semáforo


Polícia Civil fez coletiva de imprensa para apresentar conclusão da investigação sobre o acidente (Foto: Marcela Mesquita/G1)

A Polícia Civil em Divinópolis apresentou nesta quinta-feira (2) o resultado da investigação sobre o acidente que causou a morte da adolescente Glauciara Ribeiro, de 17 anos, que era finalista do concurso "Rainha e Princesas da Divinaexpo". O mesmo acidente deixou o irmão dela, Gleison Ribeiro Prata, de 25 anos, gravemente ferido. A conclusão é de que o acidente foi causado pelo motorista do carro onde que estavam as vítimas.



Isso porque o motorista do carro onde estavam Glauciara, o irmão e outras duas pessoas ultrapassou o sinal vermelho. De acordo com os investigadores, a batida não teria ocorrido se ele tivesse respeitado o semáforo.


A Polícia Civil destacou que apesar do resultado, o motorista da caminhonete também será penalizado, pois estava em alta velocidade.


Glauciara Ribeiro, 17, morreu em hospital (Foto: Divulgação)

Testemunhas


Entre os dias 19 e 20 de maio foram ouvidas as testemunhas e o motorista da caminhonete, que no dia do acidente fugiu do local antes da chegada da polícia.


O delegado responsável pelas investigações ouviu cinco pessoas como testemunhas. Entre elas, o amigo das vítimas, Daniel Alves Moura, que estava logo atrás, em outro veículo, com a irmã de Glauciara. Ele afirmou que a finalista ao título de rainha do rodeio e o irmão dela foram arremessados para fora do veículo.


Além de Daniel e da irmã da candidata, também foram ouvidos os outros três jovens que estavam no carro com Glauciara.


Motorista da caminhonete


O motorista da caminhonete, um ex-policial civil, também foi convocado a prestar depoimento e foi ouvido.


Motorista do carro onde estava Glauciara


O motorista do carro onde estava a Glauciara e o irmão dela se apresentou na delegacia com um advogado e confirmou que não é habilitado. Ele disse ainda que estava certo, pois passou no semáforo verde para ele.


Na ocasião do acidente, o motorista da caminhonete fugiu do local sem prestar socorro e só foi identificado depois.

20 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page