Buscar
  • Jornalismo MAIS!

MP apura maus-tratos contra detentos em Formiga

Uma ação praticada por policiais penais com detentos da penitenciária de Formiga foi alvo de denúncia nesta semana. Imagens que foram divulgadas em mídias sociais na terça-feira (9) mostram os presos sentados enfileirados, nus e alguns deles algemados no pátio.


De acordo com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), no dia 22 de outubro ocorreu uma operação para a retirada dos detentos e dos pertences deles das celas, após um "movimento de subversão da ordem" (que ocorre quando alguém se opõe às normas da unidade prisional), quando os presos queimaram pedaços de colchões e que, por isso, a atuação do Grupamento de Intervenção Rápida da Polícia Penal foi necessária.


Imagem mostra detentos nus, algemados e com mordaça no presídio de Formiga (Foto: Reprodução/Mídias sociais)

A denúncia de maus-tratos aos presos foi feita pela Associação de Amigos e Familiares de Pessoas em Privação de Liberdade. O promotor de Justiça de Formiga, Angelo Fanelli Júnior, recebeu nesta quinta-feira (11) um documento do Centro Operacional de Direitos Humanos do Ministério Público para iniciar uma investigação. Ele informou ainda que já havia recebido algumas denúncias anônimas por meio da Ouvidoria do MP.


O diretor-geral do presídio, Ronaldo Antônio Gomides, foi afastado do cargo depois que a Sejusp tomou conhecimento do caso.


Algumas das imagens da ação que circulam (Fotos: Reprodução/Mídias sociais)

Com informações do "G1".

7 visualizações0 comentário