Buscar
  • Ricardo Welbert

Pai e filha são mortos a tiros em povoado de Pitangui


Luiz Eustáquio da Fonseca, 67, e a filha Fabiana Cézar da Fonseca, 30 (Foto: Redes sociais/Reprodução)

Pai e filha foram mortos a tiros na noite desta quinta-feira (18), no povoado de Sacramento, na zona rural de Pitangui. De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar (PM), as vítimas são o aposentado Luiz Eustáquio da Fonseca, de 67 anos, e a filha dele, Fabiana Cezar da Fonseca, de 30 anos.


O suspeito do duplo homicídio é um jovem de 26 anos e morador de Pitangui, que ainda não foi localizado. A motivação do crime ainda não foi confirmada pela polícia, mas informações apuradas pela reportagem da MAIS! apontam que o suspeito é um ex-namorado de Fabiana, que estaria inconformado com o fim do relacionamento entre os dois.


De acordo com a PM, esse suspeito possui extensa ficha criminal, com cinco passagens por casos como consumo de drogas. A última ocorrência foi por roubo a mão armada, cometido no ano passado em Pitangui.


Quando policiais militares chegaram ao local, encontraram pai e filha mortos. A mulher de Luiz Eustáquio e mãe de Fabiana, uma dona de casa de 61 anos, contou aos militares que o assassino chegou ao local com duas armas e atirou.


Ela disse ainda que o bandido cortou os fios de telefone da casa e roubou o carro da família para fugir. O veículo, que teria tido uma pane, foi localizado pela PM, que recebeu informações de que o fugitivo teria roubado uma moto para continuar a fuga. A motocicleta também foi encontrada.



A perícia e uma equipe de investigadores da Polícia Civil foram ao local e constataram que Luiz Eustáquio tinha sido atingido por um tiro e Fabiana por quatro disparos. Os corpos foram liberados para o Instituto Médico Legal de Nova Serrana.


Linha de investigação


O que teria começado como crime passional (no qual o perpetrador comete um ato violento devido a um impulso forte de raiva ou outra emoção, de forma não premeditada) evoluiu para latrocínio (roubo seguido de mortes) pelo fato de o criminoso ter roubado o carro da família.


As polícias Civil e Militar pedem a quem tiver informações que possam levar ao suspeito, que façam contato por meio dos números 190 ou 181.


.Reportagem em atualização


429 visualizações0 comentário