Buscar
  • Ricardo Welbert

Paredão desaba e atinge lanchas com turistas em Capitólio. Bombeiros confirmam oito mortes.

Atualizado: 11 de jan.


Momento em que a rocha se desprende e cai sobre as embarcações (Foto: Reprodução)

Parte de um paredão se desprendeu e caiu em cima de três lanchas onde estavam dezenas de turistas no começo da tarde deste sábado (8) no Lago de Furnas, em Capitólio.


Vários vídeos gravados por pessoas que estavam em algumas das lanchas mostram uma pedra muito grande se desprendendo de uma encosta e batendo nas lanchas com turistas.



Mortos e feridos


Até o momento, o Corpo de Bombeiros confirma oito mortes. A identidade das vítimas ainda não foram divulgadas.



O acidente


De acordo com o tenente Pedro Aihara, do Corpo de Bombeiros, chamados feitos à corporação por volta das 12h narraram que teria ocorrido uma cabeça d'água na região do cânions e que, em decorrência disso, um rolamento de pedras e de estruturas rochosas teriam atingido lanchas e turistas embarcados.

"Imediatamente o Corpo de Bombeiros deslocou uma guarnição do pelotão de Piumhi e do pelotão de Passos, que são cidades que ficam nas imediações. Chegando lá, a situação foi confirmada. Preliminarmente, o que nós já detectamos até ao momento: três embarcações, a princípio, foram atingidas. Esse número pode aumentar, porque havia uma quantidade muito grande de embarcações naquele momento".

Das três embarcações atingidas, duas afundaram. Entre as vítimas, dois homens. As identidades dessas pessoas ainda foram constatadas pelos bombeiros.


"Elas foram bastante afetadas pelo impacto da rocha, com toda aquela estrutura. Eles ainda não estão no IML. Estão no posto de comando que foi montado provisoriamente em um clube náutico da região", detalha Aihara.

Outras 23 vítimas já foram atendidas e liberadas. Elas foram atendidas na Santa Casa de Capitólio. Duas pessoas foram atendidas na Santa Casa de Piumhi. Elas apresentam fraturas expostas. Três estão na Santa Casa de Passos e ainda não há detalhes sobre o estado delas. Outras quatro vítimas estão na Santa Casa de São João da Barra.


Abaixo estão fotos e vídeos que circulam em redes sociais e que detalham o acidente e também o socorro a vítimas.









Socorro às vítimas


De acordo com Corpo de Bombeiros, há 40 bombeiros, com treinamento para socorro aquático Uma aeronave também está em operação. Um helicóptero é usado.


A região onde o acidente ocorreu está interditada para perícia e avaliação geológica, para verificar se há ou não risco de novos acidentes.



Investigações


A Marinha do Brasil divulgou nota sobre o acidente por volta das 15h10. O documento detalha aspectos dos salvamentos feitos e finaliza dizendo que um inquérito será aberto para investigar as causas e as consequências do ocorrido.



366 visualizações0 comentário