top of page
Buscar
  • Foto do escritorRicardo Welbert

Prefeitura envia à Câmara projeto para construção de moradias populares em Nova Serrana

Proposta prevê 1.003 imóveis para famílias de baixa renda; governo cobra aprovação

Equipe do Executivo na finalização do projeto de lei (Foto: PMNS/Divulgação)

A Prefeitura de Nova Serrana enviou à Câmara um projeto de lei que visa a construção de 1.003 moradias para famílias de baixa renda residentes no município. De acordo com o texto, trata-se da permuta de áreas pertencentes ao município e avaliadas em mais de R$ 12 milhões por uma área urbanizada com infraestrutura completa onde serão construídas as habitações, com valor de quase R$ 26 milhões. A diferença do valor, cerca de R$13 milhões, será paga pelo Município em 30 parcelas a partir da assinatura da escritura.


Se o projeto for aprovado pelos vereadores, o Município ficará autorizado a doar as áreas permutadas para a construção de 1.003 moradias de padrão popular. A construção ficará sob a responsabilidade da empresa que vencer o processo de licitação. Já o financiamento das moradias será feito pela Caixa. As prestações do financiamento serão em torno de R$ 300.



O prefeito Euzébio Lago (E) assina o texto (Foto: PMNS/Divulgação)


De acordo com o prefeito Euzébio Lago, deverão ser beneficiadas mais de 1.000 famílias de baixa renda que moram em Nova Serrana. A condição social de cada morador precisará ser comprovada do mesmo jeito que ocorre com as inscrições no Cadastro Único e nos programas sociais “Bolsa Família” e BPC, entre outros.


“Nova Serrana é uma terra de trabalhadores que merecem ter suas próprias moradias. No passado fomos impossibilitados de realizar esse tipo de projeto por antigas pendências que já foram resolvidas por este governo. Creio que os vereadores serão parceiros nessa iniciativa, pois sabem o quanto isso é importante para as famílias de baixa renda que pagam aluguel”, afirma Euzébio.

O projeto de lei deverá ser colocado em pauta na Câmara nos próximos dias. O prefeito pede urgência na análise do projeto. Só depois disso e com a aprovação será possível começar os processos legais para o início das obras.


Comments


bottom of page