top of page
Buscar
  • Foto do escritorJornalismo MAIS!

Quentinhas do Gospel: Música cristã cresce na pandemia


Aline Barros no evento 'Big Church Festival' (Foto: Gisele Reis/Instagram)

Um dos maiores gêneros musicais do Brasil, o gospel chega a “era dos streamings” ainda maior. Somos o segundo maior mercado cristão do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos. Por aqui, o estilo é responsável por 20% do setor fonográfico. Os dados são da última pesquisa realizada pela Associação das Empresas e Profissionais Evangélicos, em 2018.



Plataformas como Spotify e Deezer trazem números mais recentes: a primeira apontou um crescimento de 44% no número de ouvintes em 2019, enquanto a segunda registrou um aumento de 37% em sua principal playlist do gênero bem no começo de 2020.


Algumas gravadoras são voltadas exclusivamente à música gospel, como a MK Music e a MC Music (antiga Voz da Libertação). Outras dedicam selos exclusivos, como “Você Adora” (da Som Livre) e a “Sony Music Gospel”. A Sony, aliás, tem 70 filiais no mundo inteiro, mas só a brasileira tem departamento de música gospel.


Fonte: Band


Mais quentinhas

12 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page