top of page
Buscar
  • Foto do escritorRicardo Welbert

Fábrica de sabão em pó falsificado é descoberta em Pará de Minas; 20 toneladas são apreendidas

Galpão industrial fica no bairro Dom Bosco; 8 suspeitos foram presos


Caixas de OMO falsificadas foram apreendidas (Foto: PM/Divulgação)

Mais uma fábrica de sabão em pó falsificado foi descoberta no Centro-Oeste de Minas. Desta vez, 20 toneladas do produto falsificado foram apreendidas em uma fábrica clandestina em Pará de Minas nesta quarta-feira (15).



A Polícia Militar recebeu uma denúncia sobre movimentação suspeita de pessoas e veículos em um galpão na rua Ângela Maria Oliveira, no bairro Dom Bosco. Quando policiais chegaram ao local, viram um caminhão saindo do endereço e abordaram o motorista. Durante revista ao veículo, encontraram várias caixas de sabão em pó com embalagem da marca Brilhante .



Os militares entraram no galpão com estrutura industrial e em plena atividade na falsificação de sabão em pó e muitas embalagens da marca OMO, indicando que o insumo original, da marca Brilhante, seria "transformado" em OMO.


Galpão com estrutura industrial tinha até esteira na linha de produção (Foto: PM/Divulgação)

Dentro da fábrica estavam sete pessoas, que foram flagradas produzindo o sabão falsificado. Conforme a PM, além dos funcionários, também foram detidos o proprietário do estabelecimento e o motorista do caminhão. Todos os detidos são do sexo masculino e as idades deles são: 19, 29, 31, 32, 37, 46, 47 e 50 anos.


Foram apreendidas 20 toneladas de sabão em pó, uma máquina para embalar, uma empilhadeira, dois carros, um caminhão, vasto material de contabilidade e diversas embalagens das marcas OMO e Brilhante.


É a segunda vez, em menos de uma semana, que uma ocorrência com uma produção clandestina de sabão é registrada no município. Foram apreendidas cerca de 36 toneladas de sabão em pó em um galpão localizado na última quinta-feira (9).


Operação


Desde fevereiro deste ano aconteceram fechamento de fábricas clandestinas de sabão em pó em Divinópolis, Itaúna, Pará de Minas, São Gonçalo do Pará, Lagoa da Prata e Nova Serrana.


Em todos esses casos, a marca falsificada é a OMO. Sabendo disso, a Unilever, que é a fabricante desse sabão em pó, afirma que os consumidores precisam estar atentas ao rótulo do sabão em pó que compra, pois no produto original existem informações que a embalagem falsa não tem.


Além disso, a Unilever afirma que atua junto comas polícias nas investigações em busca desses fábricas de sabão em pó falsificado.


Caixas de sabão em pó falsificados com a marca OMO (Foto: PM/Divulgação)

Com informações do "G1"

Comments


bottom of page